Cai fora, Renan!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cai fora, Renan!

Renan promete impor sua condição de sobrevivente da velha política usando Coaf para chantagear filho de Bolsonaro e exigindo trânsito em julgado para médium João de Deus, acusado de assédio

José Nêumanne

10 Dezembro 2018 | 17h17

Para Renan, médium João de Deus só deve deixar de atender quando acusações de assédio transitarem em julgado, negando jurisprudência. Foto: Pedro Ladeira/AFP

O fim de semana trouxe duas intromissões indevidas de Renan Calheiros, sobrevivente da guerra contra a velha política e pretendente a presidente do Senado: a chantagem contra Flávio Bolsonaro, senador eleito, cujo ex-assessor, Fabrício Queiroz,  teve transação financeira econômica atípica flagrada pelo Coaf, e a cobrança de que as denúncias contra o médium João de Deus passem por trânsito em julgado antes de ele ser proibido de “dar assistência espiritual”. O Brasil não precisa de conselhos do chantagista de Murici. Fique restrito aos limites de Alagoas, sujeito. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se no meu canal, clique no sininho para ser avisado de quando os próximos serão gravados e publicados; e pode me acompanhar diariamente no Blog do Nêumanne, Política, Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/) e no meu site Estação Nêumanne (www.neumanne.com); de segunda a sexta feiras, às 6 horas, no Estadão Notícias no Portal do Estadão e, às 7h30m, no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 (eldorado@estadao.com.net); e esporadicamente no Estadão às 5, aqui mesmo no YouTube. Direto ao assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui