Cafajestes e covardes contra a reforma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cafajestes e covardes contra a reforma

CCJ da Câmara perdeu oportunidade de ouvir leitura e debater projeto de Paulo Guedes por culpa da cafajestice de Zeca Dirceu e da esquerda e da "base" de Bolsonaro, que o desamparou completamente

José Nêumanne

04 de abril de 2019 | 17h02

Só não viu quem não quis a evidente satisfação de Rodrigo Maia com a contrariedade de Paulo Guedes na sessão da CCJ da Câmara. Foto: Evaristo Sá/AFP

O ministro da Fazenda, Paulo Guedes, levou à CCF da Câmara dos Deputados um estudo técnico irretocável mostrando o tamanho e a importância do rombo da Previdência e as propostas do governo a que pertence para tirar esse tumor do Orçamento. Foi recebido com pedradas retóricas de cafajestes da “resistência” de esquerda, desleixo, desídia e despreparo das bancadas que são governistas apenas para se aproveitarem do bônus, mas incapazes de dividirem com ele a parte que lhes cabe do bônus. Sem falar na indiferença folgazã do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que finge defender a reforma, mas escolheu um incapaz de dirigir uma reunião de condomínio para presidir a comissão mais importante da Casa. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

 

Tendências: