As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cabral precisa delatar

Ao delatar o ex-procurador-geral de Justiça do Rio Cláudio Lopes, ex-governador Cabral mostrou que terá muito a contar numa delação premiada e confirmar com pistas e provas propinas pagas a figurões do Judiciário

José Nêumanne

03 de maio de 2019 | 15h30

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral, réu confesso da Lava Jato, contou ao juiz Marcelo Bretas que pagou R$ 150 mil (!!!) por mês de propinas ao procurador-geral de Justiça do Estado de 2009 a 2012, Cláudio Lopes, para impedir que o Ministério Público denunciasse suas falcatruas. Terá ele provas das acusações que está fazendo? Isso é simples de saber, e logo. É só negociar com ele uma delação premiada e, então, terá de ensinar a policiais e procuradores federais o “caminho das pedras” do dinheiro sujo que fez a desgraça e a miséria do povo fluminense nos últimos anos. Caso não o faça, não terá direito a reduzir sua pena enorme. Isso não acontece porque os maganões do Judiciário, ameaçados,  o impedem. Direto ao Assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Tendências: