Cabral delator premiado já!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cabral delator premiado já!

Confissão do réu Cabral ao juiz Bretas, da Lava Jato, sobre pagamento de R$ 150 mil por mês a ex-procurador geral do Rio Cláudio Lopes mostra que está na hora de aceitar delação premiada para revelar podres do Judiciário

José Nêumanne

03 de maio de 2019 | 10h02

Flagrantes de Cabral e seus sócios no propinoduto em seu governo na agora célebre farra dos guardanapos em Paris. Foto: Reprodução Blog do Garotinho

O último depoimento do réu confesso Sérgio Cabral ao juiz da Lava Jato no Rio, Marcelo Brêtas, declarando que pagou R$ 150 mil reais por mês a Cláudio Melo, quando este foi procurador-geral de Justiça no Estado de 2009 a 2012, é gravíssimo. Afinal de contas, põe por terra a imagem de acusador geral do universo, acima do bem e do mal, do quarto poder, que o Ministério Público tem assumido no Brasil desde a consagração pela Constituição de 1988. Ainda é possível dizer que o ex-governador fluminense não apresentou provas em que baseie sua denúncia. Mas isso pode ser resolvido tranquilamente: basta que o réu confesso se torne delator premiado. Caso sua delação seja aceita – e só não foi até agora porque ameaça não apenas procuradores, mas também ministros das altas cortes do Judiciário -, ele será obrigado a apresentar à PF e ao MPF caminhos e meios para que possam chegar as provas que comprometerão figurões que hoje trovejam e fazem chover na República de que se apossaram.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para comentário da sexta 3 de maio de 2019

1 – Haisem – O que você acha do novo depoimento na condição de réu confesso feito pelo ex-governador Sérgio Cabral contando ao juiz Marcelo Brêtas que pagou R$ 150 mil de propina ao procurador-geral de Justiça Cláudio Lopes e as consequências práticas da confissão

2 – Carolina – Conforme manchete publicada pelo Estadão hoje, “governo vai propor corte de um terço dos subsídios até 2022”. O que você acha dessa decisão

3 – Haisem – Quem, na sua opinião, tem razão: o Supremo Tribunal Federal que resolveu gastar dinheiro público para comprar comidas finas e vinhos caros ou o Ministério Público do Tribunal de Contas da União que está tentando proibir a gastança

4 – Carolina – O que revela, a seu ver, a insistência do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de citar cinco vezes o valor de 5 mil reais do programa de avaliação escolar de seu ministério quando eram 5 milhões

SONORA_ WEINTRAUB 0305 (citando 5 mil, não 5 milhões)

5 – Haisem – Será que o general Augusto Heleno está certo ao prever que pressão internacional porá fim à ditadura de Maduro na Venezuela

SONORA_HELENO 0305

6 – Carolina – O que você achou da tapa de luva de pelica dos estudantes brasileiros na Universidade de Lisboa que responderam às pedras oferecidas pelos colegas portugueses com flores e poemas

7 – Haisem – Qual a importância para o teatro e para a cultura brasileira da morte do diretor teatral Antunes Filho aos 89 anos ontem em São Paulo

8 – Carolina – O que o motivou a fazer a entrevista desta semana para seu blog com a deputada federal Tabata Amaral e o que ela revelou de interessante nela