Butanvac será aplicada em janeiro

Governo paulista marcou para 17 de janeiro, aniversário da primeira aplicação de Coronavac no Brasil, a injeção da primeira dose de Butanvac, primeira vacina anticovid produzida no País

José Nêumanne

20 de julho de 2021 | 11h29

Butanvac, que está sendo produzida inteiramente no Brasil, ou seja sem precisar de importação de insumos, começará a ser aplicada em janeiro, e isso contraria Ministério da Saúde de Bolsonaro. Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governo de São Paulo planeja começar a revacinação anual contra a covid-19 em 17 de janeiro, conforme declaração do secretário da Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn. Ele não deu detalhes sobre o público prioritário e o número de doses que serão necessárias. “Foi exatamente o dia em que vacinamos a primeira breasileira aqui em São Paulo, Mônica Calazans”, justificou durante agenda pública. Em outras ocasiões, o governo paulista já havia apontado que a campanha de imunização contra o novo coronavírus talvez precisasse passar a ser anual. que proteja contra a influenza e a covid-19. Contou ainda que o Instituto Butantan analisa a possibilidade de produzir uma vacina só para imunizar anualmente contra covid e a gripe comum, influenza. O Ministério Saúde é contra. Ou seja, do contra. Pode?

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da terça-feira 20 de julho de 2021

1 – São Paulo quer revacinar a população a partir de janeiro com Butanvac – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão deste 20 de julho de 2021. Qual é a novidade a ser destacada dessa notícia da adoção de uma vacina fabricada inteiramente no Brasil contra a covid a partir do ano que vem

2 – Em Angola, Mourão intercedeu pela Universal – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do jornal desta terça-feira. O que você destaca nessa interferência de mais um assunto de interesse particular dos aliados evangélicos do governo em nossa política externa

3 – Bolsonaro aponta que ‘cifra’ do novo fundo eleitoral ‘não será sancionada’: ‘Valor é astronômico’ – Este é o título de uma chamada de capa no portal do Estadão que está no ar. Por que, em sua opinião, o presidente não anuncia logo que vai vetar, em vez de apenas criticar, embora duramente

4 – Fundo Eleitoral, guerra suja de narrativas – Este é o título de seu artigo publicado no blog do Nêumanne na edição virtual do jornal. Por que você condena as versões politizadas do debate sobre a votação simbólica, ou seja, só de líderes, daquilo que você chama de “furto partidário”

5 – Vice da Câmara solicita pedidos de impeachment – Esta é a manchete da página A 6 da Editorial Política do Estadão de hoje. Que motivos o deputado Marcelo Ramos teve para demonstrar interesse nos processos pedindo deposição de Bolsonaro, que estão guardados nas gavetas da Mesa da Câmara dos Deputados, à qual cabe autorizá-los

6 – Após críticas, Lira defende semipresidencialismo nas redes – Este é o título de outra notícia publicada na página A6, da Editoria Política do jornal de hoje. Qual será o motivo que você aponta para desenterrar essa ideia lançada pelo ex-presidente Michel Temer em artigo publicado aqui mesmo no Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.