Brasil, lixeira do mundo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil, lixeira do mundo

Mortandade sob lama seca de represa da Vale mostra que Brasil virou lixeira do mundo, na qual grandes empresas adotam práticas obsoletas por complacência e cumplicidade do Estado estroina e voraz

José Nêumanne

30 de janeiro de 2019 | 09h27

Trabalho dos bombeiros no resgate de corpos pode ser acelerado após encontro de duas vítimas que estavam no ônibus. Foto: Mauro Pimentel/AFP

Quando sou informado de que, antes que o Congresso passe este século a discutir alguma lei que proíba a permanência em território mineiro das 55 barragens de rejeitos minerais, tecnologia obsoleta e altamente perigosa para as vidas em seu redor e todo o ecossistema dos rios de lá, a própria Vale vai fazê-lo, concluo que o Brasil é a lixeira do mundo. Agora mesmo, com o Legislativo e o Judiciário em recesso e nenhum de seus privilegiados membros percebeu na dor da sequência dos enterros coletivos em Brumadinho a necessidade urgente de agir, a não ser mandando prender cinco gatos pingados do baixíssimo clero das grandes empresas, vejo que tudo continuará como dantes no cartel de Abrantes.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário de quarta-feira 30 de janeiro de 2019

1 – Brasil conta apenas com 35 fiscais de barragens de mineração. Assim fica difícil fiscalizar.

2 – Desde 2000 duas a barragem se rompe a cada dois anos – Folha: 204 barragens de rejeitos com  perspectivas de danos – outras 55 em Minas têm elevado potencial de estrago caso rompam

3 – Presidente da Vale promete substituir sistema obsoleto das barragens de rejeito em Minas Gerais

SONORA_SHWARTSMANN 3001

4 – A longa agonia das famílias em busca de seus entes queridos desaparecidos – 84 mortos e 276 desaparecidos – Onyx diz temer reação do mercado a eventual tentativa do governo de afastar diretoria da Vale

5 – Prisão de engenheiros da empresa alemã que fez vistoria e funcionários da Vale que garantiram segurança da barragem quebra o ciclo da impunidade

SONORA_DAMBROSIO 3001

5 – Abate de animais a tiros provoca revolta, mas os responsáveis dizem que é eutanásia

6 – Tribunal nega pedido de Lula para ir ao enterro do irmão – Mourão acha que seria um gesto humanitário – na ditadura Lula pôde ir ao enterro da mãe

7 – Renan diz que só não conversa com Quintão e Marun

8 – Cresce a possibilidade de guerra civil na Venezuela

 

Tendências: