Bolsonaro venera Cristo da espada

Para reforçar seu discurso a favor das armas, condenado pelo arcebispo de Aparecida em homilia na basílica, presidente recorreu a citação da metáfora do uso da espada no Evangelho de Lucas

José Nêumanne

13 de outubro de 2021 | 18h11

Bolsonaro leu texto litúrgico na missa na basílica de Nossa Aparecida celebrando o dia da padroeira do Brasil, mas não ouviu a homilia contra armas, ódio, mentiras e outras manias dele. Foto: Epitácio Pessoa/Estadão

1 – Em resposta ao arcebispo de Aparecida, que condenou armas e mentiras, Bolsonaro apelou para metáfora da espada, citada no Evangelho de Lucas.. 2 – Juiz de Nova York condena um ex-presidente da #brasken, sociedade de Petrobrás e Odebrecht, por cobrança de propina e cala críticos da Lava Jato. 3 – A 34.ª Bienal de São Paulo omitiu o nome do tenente Marques da Rocha, torturador e assassino de 15 revoltados contra maus tratos por superiores. #joseneumannepinto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade vai nos salvar.


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.