Bolsonaro tenta golpe e guerra civil, diz Jungmann

Em carta pública ao plenário do STF, ex-ministro de Defesa e Segurança Pública advertiu para beligerância de projetos do governo para promover autogolpe e até guerra civil inédita

José Nêumanne

23 de fevereiro de 2021 | 20h45

Projetos de Bolsonaro permitindo o porte de até seis armas e extinguindo, na prática, rastreamento delas e de munições não protegerá cidadãos de bem, mas servirá a interesse de milícias e quadrilhas, segundo Jungmann. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

1 – O ex-ministro da Defesa e da Segurança Pública Raul Jungmann escreveu carta pública aos 11 ministros do STF alertando para tentativa de autogolpe com possível guerra civil por Bolsonaro e pediu providências para salvar a democracia e os brasileiros. 2 – Pfizer não aceitou exigências do presidente para fornecer vacinas e fica claro que ele não pretende reduzir a mortandade dos cidadãos e o colapso da saúde pública no País. 3 – Interferência do chefe do governo na Petrobrás expõe covardia do ministro da Economia, Paulo Guedes. 4 – Artigo do desembargador Maierovitch exibe metamorfose do STF de instância jurídica em corte política. 5 – O presidente do Cidadania, Roberto Freire, defende, em entrevista ao canal, a manutenção da prisão de deputado bolsonarista por colegas e plenário do Supremo. 6 – Boni da Globo conta casos interessante de sua passagem pela rede de TV, monopolista de audiência no Brasil. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.