As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro quer fechar jornais

Com a pandemia mantendo altíssimo índice de casos e óbitos, presidente vai à praia em Santa Catarina para falar de suas fantasias favoritas, como a paralisação de circulação dos maiores jornais do País

José Nêumanne

17 de fevereiro de 2021 | 19h37

Na praia, sem a mulher, com filhos e admiradores, Bolsonaro criticou Facebook e os maiores jornais e O Antagonista parassem de circular. Foto: Reprodução

1 – O presidente reclamou do Facebook, que bloqueou mensagens de seus seguidores fascistoides, e sugeriu que jornais parem de circular, o que nem o Estado Novo nem a ditadura militar, que ele venera, chegaram a executar. 2 – STF julgará se ele pode zerar a alíquota de importação de armas de fogo, violando o Estatuto do Desarmamento, aprovado pelo Congresso. 3 – O artilheiro e charlatão em ação ainda pressiona a Anvisa a aprovar spray nasal em fase experimental em Israel, tema de sua conversa com o ídolo Bibi, que executa o mais competente plano de vacinação da Terra, mas disso ele nem quis tratar. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Tudo o que sabemos sobre:

José?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.