Bolsonaro quebra decoro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro quebra decoro

Ao compartilhar em seu Twitter imagens proctológicas em que duas pessoas exibiam intimidades de seus aparelhos urinário e excretor, presidente invade lares brasileiros a pretexto de dar lição de moral

José Nêumanne

06 de março de 2019 | 16h47

Bolsonaro falta com a verdade ao confundir performance chocante em marquise com desfile de blocos. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O vídeo compartilhado por Jair Bolsonaro na terça-feira gorda do carnaval falta com a verdade e quebra o decoro do cargo que ocupa na República. Não se trata propriamente de pornografia, pois não envolve relações sexuais, mas, sim, proctologia, por exibir, de forma despudorada, as intimidades das extremidades dos aparelhos excretores. A imagem, não identificada, não configura um bloco de carnaval, mas duas pessoas fazendo uma performance para chocar e, ao exibi-la, Sua Excelência dissemina uma mensagem pretensamente moralista, mas que, de fato, divulga um comportamento abjeto que não é de interesse público nem merece fazer parte do acervo de mensagens do Twitter de um cidadão que acaba de ser eleito para presidir uma República em crise com prioridades distantes das imagens nojentas, tais como a reforma da Previdência Social e o combate à violência do crime organizado. Se gostar do vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se no canal, clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos e compartilhe-o em Twitter ou Facebook. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui