Bolsonaro promoveu torturador a marechal

Em consulta permitida pela Transparência, revista Fórum descobriu revisões de pensões de descendentes de oficiais como coronel Ustra tivessem atingido patente de marechal, uma indignidade!

José Nêumanne

07 de agosto de 2021 | 23h10

Para que suas filhas recebam pensão de mais de R$ 15 mil mensais, equivalente à de descendentes de marechais do Exército, o torturador e assassino Ustra foi promovido como “herói” pelo Exército. Foto: Dida Sampaio/Estadão

1 – #jairbolsonaro promoveu o #coronelbrilhanteustra, torturador e assassino, a #marechal, sem ter sequer sido general, uma indigna afronta. 2 – Comandantes militares não reclamaram, segundo a #folhades.paulo, da decisão do presidente do STF, #luizfux, de cancelar reunião de 3 poderes. 3 – Inquérito contra o senador #flaviobolsonaro, acusado de 4 crimes, voltou a andar por decisão da desembargadora Maria Augusta Monteiro. do TJ-RJ. #joseneumannepinto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.