Bolsonaro programa extinção de tribos

Entidade de apoio e partidos de oposição fazem projeto para proteger populações indígenas de contágio e morte por Covid, Congresso o aprova e Bolsonaro veta água potável e UTIs

José Nêumanne

08 de julho de 2020 | 21h01

Mesmo tendo testado positivo para a covid-19, Bolsonaro não abandonou sua posição de desprezar a pandemia e vetar várias medidas de proteção aos povos indígenas de lei para defendê-los da pandemia. Foto: Reprodução

Entidade de apoio às populações indígenas e partidos de oposição mandaram projeto para defender tribos de silvícolas do contágio e da morte pela pandemia em maio. Câmara e Senado aprovaram, mas o presidente Jair Bolsonaro, além de atrasar, sancionou com vetos a medidas importantes como o fornecimento de água potável e a instalação de UTIs de emergência, com pretexto fraco e até desumano.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta na quarta-feira 8 de julho de 2020, às 19 horas, clique na imagem abaixo:

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.