As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro não se reelegerá, diz Marinho

Na primeira entrevista feita por Zoom no canal, Paulo Marinho, que emprestou casa para produção da campanha de Bolsonaro, diz que presidente não ganhará eleição de 2022

José Nêumanne

17 de agosto de 2020 | 20h01

Paulo Marinho, que emprestou sua casa para a produção da campanha eleitoral de Bolsonaro em 2018, diz que presidente não será reeleito em 2022, em entrevista por Zoom. Foto: Wilton Júnior/Estadão

O empresário Paulo Marinho, em cuja casa foram produzidos os programas da campanha de Jair Bolsonaro à Presidência em 2018 e que, recentemente, deu dois depoimentos ao MPF sobre um aviso dado por um policial federal da existência do relatório do Coaf sobre transações ilícitas do faz-tudo da famiglia presidencial, Fabrício Queiroz, na Operação Furna da Onça, acha que o presidente não será reeleito. A declaração foi dada em entrevista exclusiva a este meu canal no YouTube, na qual ele também contou que o sistema informal de “inteligência” do presidente, revelada na reunião do Conselho de Governo em 22 de abril, véspera do pedido de demissão do ex-juiz Sérgio Moro do Ministério da Justiça, existe desde a campanha. Na entrevista, Marinho disse que policiais eram os apoiadores com os quais o então candidato se comunicava com mais intimidade nas recepções em aeroportos para seus comícios. A entrevista abre a série Nêumanne entrevista no canal do YouTube.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: