As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro não deporá: afinou feio!

Depois de ter bancado o valentão de fancaria para seus adoradores no chiqueirinho, presidente tentou depor por escrito na PF e terminou desistindo de ir após conseguir maioria no STF, revelando como toda a sua bravura

José Nêumanne

27 de novembro de 2020 | 20h34

Bolsonaro só se sente seguro dormindo com um revólver sob travesseiro ou cercado por um magote de machos como nessa visita a obras da Ferrovia de Integracão Oeste Leste, em São Desidério, na Bahia, em setembro último. Foto: Gabriela Biló/Estadão

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de prestar depoimento presencial no inquérito que mira suposta interferência indevida na Polícia Federal. Responsável pela defesa de Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF), que o presidente “declina do meio de defesa” de se explicar às autoridades e pede que o processo seja logo encaminhado à PF para elaboração de relatório final. Quando foi anunciado que ele teria de responder a inquérito no STF sobre tentativa de intervir politicamente na PF, foi dar uma de macho alfa para seus fanáticos do chiqueirinho do Alvorada e disse que fazia questão de ir pessoalmente depor. Mas, quando o ex-decano Celso de Mello negou seu pedido de fazê-lo por escrito, recuou. Agora mandou a AGU avisar que não deporá. Indício de coragem é que não é…

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na sexta-feira 27 de novembro de 2020

1 – Haisem – Bolsonaro desiste de depor sobre interferência na PF – Esta é a manchete da página A 4, que abre o noticiário político na edição impressa do Estadão de hoje. Em que você acha que, na prática, esta decisão altera algo sobre o inquérito aberto por determinação do Supremo Tribunal Federal

2 – Carolina – Bolsonaro diz que nunca chamou covid de “gripezinha” – Este é o título de uma notícia na edição de Saúde no Portal do Estadão hoje. Esta é a narrativa do presidente em seus lives de quinta-feira. Mas o que houve de fato

3 – Haisem – ONG alertou em junho que dados eram vulneráveis – Este é o título de uma chamada publicada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão hoje. O que, a seu ver,  esta notícia revela sobre o desempenho do governo em assuntos de relevância e, em especial, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

4 – Carolina – Astra Zeneca admite falha e sua vacina deve atrasar – Esta é outra informação revelada no alto da primeira página do jornal hoje. Como os brasileiros conscientes devem reagir a esta informação

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.