Bolsonaro não deixa Pazuello trabalhar, diz Belfort

Bolsonaro não deixa Pazuello trabalhar, diz Belfort

Presidente da Academia Nacional de Medicina prevê temporada ainda mais difícil do que a deste ano no combate à covid e aponta presidente como um dos principais culpados por isso

José Nêumanne

06 de dezembro de 2020 | 13h50

1 – Para o presidente da Academia Nacional de Medicina, Rubens Belfort Jr., o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, até tenta coordenar a guerra contra a pandemia da covid-19, mas seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro, impede que ele faça o que tem de fazer. 2 – Na série Nêumanne Entrevista, o professor titular da cadeira de oftalmologia da Escola Paulista de Medicina elogiou o desempenho do SUS, fundamental no combate ao vírus, e o trabalho de voluntários que desafiaram o contágio nas comunidades, ao contrário do que se previu. 3 – O entrevistado ainda lamentou a campanha de empresários de sua área contra saúde pública no Brasil. 4 – Lamentou também o desleixo no atendimento às populações indígenas, mais suscetíveis a doenças contagiosas, que resultou na morte de seu amigo e herói, Aritana. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.