As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro na causa de Lula

Ao sancionar jabuti do juizado de instruções no pacote anticrime, condenado por Moro e apoiado pela esquerda, Bolsonaro cria na prática 4.ª instância, aumentando custo da Justiça e beneficiando réus como filho Flávio e Lula

José Nêumanne

26 de dezembro de 2019 | 17h55

Por que Flávio Bolsonaro não prova sua inocência na justiça comum em vez de apelar sempre para STF e agora inspirar o pai a sancionar jabuti da quarta instância? Foto: Wilton Júnior/Estadão

O tal juizado de instruções, que criará no confuso panorama judicial brasileiro a quarta instância, aumentando terrivelmente o custo e a lerdeza dos julgamentos, apareceu na lei anticrime aprovada pelo Congresso como um autêntico jabuti. Bolsonaro vetá-lo seria o óbvio. Ao sancioná-lo, o presidente deixou o rabo do jabuti à vista, pois: ele cai como uma luva para alterar o curso de julgamentos de peculato de seu primogênito, Flávio, e dos seis processos ainda em curso de Lula. Quem duvidar da relação existente entre o jabuti e esses casos está convidado a prestar atenção em quem o elogia, a partir de Freixo e do PT, e quem o condena, Moro, Bretas,Janaína e Alessandro Vieira. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: