Bolsonaro mente e Lula é candidato

Fachin desviou as atenções da imunização meia boca do desgoverno Boisonaro anticovid realizando sonho secreto do presidente de disputar reeleição com líder petista, agora portador de ficha limpa

José Nêumanne

09 de março de 2021 | 21h31

Fachin criou um reboliço enorme na política e na Justiça ao cancelar as condenações de Lula por Moro em Curitiba, abrindo passagem para eventual candidatura do petista à Presidência em 2022. Foto: Carlos Moura/SCO/STF

1 – Os idos de março começaram com o general Pesadelo anunciando a aplicação de 46 milhões de doses de vacina até o fim do mês e agora esse número caiu para de 25 a 28 milhões de doses, ou seja, 11 milhões e 500 mil a 14 milhões de imunizados, uma decepção atrás da outra. 2 – Certo está o professor Miguel Reale Jr., que, em artigo no Estadão de ontem, chamou o chefe do desgoverno de !presidente de cemitério”, conclamando os cidadãos de bem a o expulsarem do poder. 3 – No plano de desgoverno e oposição de fancaria do “pacote de impunidade”, STF acaba de anular processos em Curitiba tornando Lula candidato. 4 – Brasil ameaça o mundo, filho 003 foi flagrado conspirando com os invasores do Capitólio e, além de negacionista, o chanceler Araújo não cultiva hábitos rotineiros de higiene, como mostrou em Israel. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo noYouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.