As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro marcha sobre STF

Presidente atravessa Praça dos Três Poderes a pé com ministros, filho e dirigentes de associações de industriais em encenação midiática para jogar responsabilidade sobre recessão no colo do presidente do STF

José Nêumanne

08 de maio de 2020 | 18h46

Na companhia de ministros, como Guedes, Bolsonaro invade STF e constrange amigo Toffoli impondo presença de dirigentes de associações de industriais em seu gabinete para cobrar apoio ao fim do isolamento. Foto: Gabriela Biló/Estadão

O presidente Jair Bolsonaro recebeu um grupo de presidentes de associações de classe de barões da indústria que foram ao Planalto pressioná-lo para fazer o que não pode: flexibilizar a volta ao trabalho para salvar p setpr e a economia do desastre antes de passar a pandemia. Resolveu, então, encenar, gravar imagens e sons para transmitir ao vivo em suas redes sociais uma inédita marcha a pé de todos à sede do STF para transferir a pressão para o Judiciário. Uma molecagem, é claro! Ele sabe que o STF já avisou que, pela Constituição, que está acima dele no Estado de Direito, consagra como líquido e certo o direito de governadores e prefeitos de decretarem, ou não, isolamento social, quarentena ou até lockdown. Toffoli recebeu o bando de insensíveis, que nem sequer citaram o recorde de número de óbitos por causa da cofid-19 ontem, e devolveu a bola para o intrometido: a tarefa de juntar Poderes e, entes federativos (União, Estados e municípios) é dele. Cabe-lhe reunir e harmonizar para coordenar a salvação de vidas humanas. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.