Bolsonaro fica a serviço do Centrão

Ao nomear o senador Ciro Nogueira para a Casa Civil e Onyx Lorenzoni para o Trabalho, presidente substitui os antigos colegas de caserna e o "posto Ypiranga" da economia por fisiológicos sem máscaras

José Nêumanne

22 de julho de 2021 | 19h24

Como na relação entre Bolsonaro e Pazuello, a dele com Ciro Nogueira, que nomeou para a Casa Civil, também tum manda e outro obedece, só que não é o presidente não é o chefes. Foto: Marcos Corrêa/PF

Com a popularidade em queda livre, o presidente Jair Bolsonaro fará uma reforma ministerial para fortalecer sua base de sustentação no Congresso e sobreviver às crises. A novidade será a entrada do senador Ciro Nogueira, presidente do “Progressistas”, na Casa Civil. Sem conseguir enfrentar até agora acusações que pesam contra o governo na CPI da Covid no Senado, Bolsonaro vai mudar a articulação política do Palácio do Planalto e desmembrar o Ministério da Economia.Das muitas promessas de campanha descumpridas por Bolsonaro no governo a que menos surpreende é a do esticamento do ministério à medida em que a necessidade de controlar o Congresso aumenta pela gestão desastrada em todos os pontos de seu desgoverno. Na prática, o presidente esvazia o próprio poder e alimenta o de Lira, Nogueira e companhia suja.

Assuntos para comentário na quinta-feira 22 de julho de 2022

1 – Bolsonaro põe Centrão na Casa Civil e recria pasta do Trabalho – Esta é a manchete de primeira página na edição impressa do Estadão neste 22 de julho de 2021 – Qual a evidência que emerge das mudanças feitas pelo presidente da República na Esplanada dos Ministérios

2 – ‘Não sabia. Fui atropelado por um trem’, diz general Ramos – Este é o título de chamada publicada ao lado da manchete na primeira página do jornal nesta quinta-feira. O que teria inspirado uma reação de tanta perplexidade no ex-ocupante da Casa Civil causada pela troca de ontem

3 – Chefe da Defesa condicionou eleição a voto impresso – Este é o título de chamada de mais destaque no alto da primeira página do Estadão desta quinta-feira. O que, em sua opinião, levou o general Walter Braga Netto a rugir de forma tão provocativa do alto de seus canhões

4 – CPI da Covid alcança militares em investigações sobre compras suspeitas de vacinas – Este é o título de chamada de capa do noticiário atual do portal do Estadão. Por que você acha que  o trabalho da comissão parlamentar de inquérito sobre a má gestão da pandemia põe em destaqaue as Forças Armadas

5 –Investigação do Orçamento secreto no TCU avançam em cinco frentes diferentes– Este é o título de chamada de capa do portal do Estadão que está circulando no momento. O que mais chama sua atenção nessa notícia sobre a ação no Tribunal de Contas da União a respeito da má gestão orçamentária da União nesta crise sanitária, econômica e política

6 – Justiça confirma demissão por justa causa por vacina – Este é o título de outra chamada de primeira página do Estadão de hoje. Que consequências terá, a seu ver, a decisão em segunda instância da Justiça de Trabalho confirmando que interesse coletivo supera individual para proteger a vida

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.