Bolsonaro enoja o Brasil do bem

Expectativa média de vida do brasileiro caiu de 1 a 2 anos em 2020, primeira queda em 80 anos, mas presidente da República continua conspirando contra ao se negar a comprar vacinas para conter covid-19

José Nêumanne

29 de dezembro de 2020 | 21h16

Presidente desafia a lei da oferta e da procura, reduzindo-a pela metade ao se referir a compra de vacinas que podem salvar dezenas de milhares de brasileiros. Foto: Gabriela Biló/Estadão

1 – FGV e Ipea informam que pandemia da covid-19 rebaixou expectativa média de vida de brasileiro de 1 a 2 anos, o que não acontece desde 1940. 2 – Mas o presidente da República continua conspirando para reduzir ainda mais este índice terrível, dizendo que não dá bola à vergonha que é nosso País não ter comprado ainda uma dose de vacina, enquanto países menos ricos do que o nosso, casos de Chile e Costa Rica, já vacinam seus povos. 3 – Charlatão da cloroquina disse a seu gado que precisa ver raio X de calo ósseo do tórax de Dilma para acreditar que ela foi torturada na ditadura por canalhas como seu ídolo Brilhante Ustra, que ele e Mourão tratam como um homem “de honra”. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.