As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro encontra rumo nos EUA

Com carranca desarmada e descontração sorridente, Bolsonaro dá nos EUA primeiros passos para reconciliação com antigo aliado abandonado por 25 anos de antiamericanismo no Brasil, o que também poderá favorecer Trump

José Nêumanne

19 de março de 2019 | 19h23

Simpatia mútua e comunhão de ideias e projetos entre Bolsonaro e Trump podem começar a recompor velha aliança favorável a Brasil e EUA. Foto: Evan Vucci/AP Photo

AP Photo/Evan Vucci

Depois de uma semana tétrica em que o STF enterrou nossos sonhos ao aleijar a Lava Jato, o presidente Bolsonaro deu sinais em sua viagem aos EUA de que poderá se aproveitar da oportunidade extraordinária para o Brasil de se reencontrar com um velho parceiro e aliado após 25 anos de presidentes antiamericanos. O presidente deu entrevista coletiva informal e civilizada e, até num inesperado gesto de humildade, desculpou-se pelo erro de haver insultado emigrantes brasileiros no exterior. A simpatia mútua do brasileiro com Trump pode vir a ser útil a ambos e proveitosa para Brasil e EUA. Deus nos ajude. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui