Bolsonaro é terrível, diz Vecina

Fundador e primeiro presidente da Anvisa exige do Senado reprovação do tenente coronel leigo em medicina que presidente da República nomeou para diretoria da agência

José Nêumanne

13 de dezembro de 2020 | 21h30

“Não estamos na segunda onda. como na época da gripe espanhola, quando a doença voltou com uma mutação do vírus, mas num repique, num recrudescimento”, atestou o fundador e primeiro presidente da Anvisa, Gonzalo Vecina. O professor da USP e da FGV classificou, em mais um vídeo da série Nêumanne Entrevista, como “terrível” a postura do presidente da República, Jair Bolsonaro, que definiu a covid como “gripezinha”, depois chamou de “maricas” quem se contagiou e recentemente disse que estamos no “finalzinho da pandemia”. Segundo ele, a contaminação começou a cair no Sul e Sudeste por causa do distanciamento social e, aí, houve uma estabilização, mas agora a doença volta com força, porque “as pessoas foram pra rua”. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.