Bolsonaro e o fascismo

Bolsonaro e o fascismo

O professor de ciências políticas da UFPE contesta a histeria na campanha política pela presidência no Brasil e se refere à acusação infundada por Haddad/Lula do PT de que adversário Bolsonaro seria fascista

José Nêumanne

21 de outubro de 2018 | 23h21

Hitler e Mussolini participam de parada militar no auge do nazifascismo na Europa. Foto: Arquivo

O professor de cências politicas da UFPE Jorge Zaverucha contestou em artigo no Globo acusação de Lula/Haddad de que seu adversário, Jair Bolsonaro, e os 49 milhões de eleitores dele seriam nazistas ou neofascistas. Para justificar esse argumento resumi neste vídeo as diferenças existentes entre os eleitores do candidato do PSL e os asseclas de Mussolini e Hitler na Europa no século passado. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like e se inscreva no meu canal do YouTube para ser avisado dos próximos que vou gravar e publicar.

Para ver o vídeo no Youtube clique no play abaixo:

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.