Bolsonaro e Kajuru são sem-vergonha

Telefonema de presidente a senador ou vice-versa, com conteúdo divulgado terminou revelando crime de responsabilidade de um e quabra de decoro dos dois, o feitiço contra os feiticeiros

José Nêumanne

13 de abril de 2021 | 20h55

Bolsonaro mneteu-se em camisa de sete varas ao pressionar Kajuru a mudar o objueto da CPI da Covid para não ser o único investigado, mas ter a companhia de prefeitos e governadores. Foto: Adriano Machado/Reuters

1 – Conversa ao telefone com #jairbolsonaro, divulgada por #jorgekajuru, revela interferência do #presidentedarepublica e de um #senador no direito garantido pela democracia às minorias, a instalação da #cpidapandemia, que já conta com assinaturas necessárias. 2 – Atitude de @luisrobertobarroso mandando o #presidentedosenado, #rodricopacheco, instalá-la apenas segue a #constituicaodarepublica, que é seu dever de membro do #supremotribunalfederal. 3 – Tom belicoso e desrespeitoso dos dois interlocutores na conversa divulgada quebra o #decoro e é passível de #impeachment para ambos. 4 – Tortura e assassinato de #henryborel, de 4 anos, pode ter sido o começo do fim da impunidade do vereador #jairojunior, e a mãe do menino, #moniquemedeiros, corre sério risco de vida na prisão. #joseneumannepinto. #diretoaoassunto. Inté. E só a verdade salvará nossas vidas.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.