Bolsonaro é humano, não mártir

Após ter atribuída à facada em comício vitória em 2018, presidente distribuiu no perfil no Instagram foto em maca ao dar entrada no hospital, talvez tentando reverter atual queda de popularidade

José Nêumanne

15 de julho de 2021 | 12h21

Foto de Bolsonaro na maca, distribuída em seu perfil nas redes sociais, tenta explorar imagem de mártir similar à tela do Cristo morto, de Mantegna. Foto: Reprodução/Instagram

Com obstrução intestinal e dores no abdome, Jair Bolsonaro foi internado na quarta-feira, 14, no hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O presidente viajou após se internar em Brasília para submeter-se a uma série de exames no Hospital das Forças Armadas. Nota lacônica, divulgada à noite pela equipe médica, informa que o presidente faria intenso “tratamento clínico conservador”, inicialmente sem a necessidade de cirurgia. O comunicado informou, ainda, que ele já havia feito “avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem” na capital paulista. A autorização para publicação da foto de Bolsonaro na maca, lembrando a tela Cristo Morto de Mantegna na Brera, em Milão, e do Che morto na Bolívia é uma aposta na martirização, que deu certo com a facada durante a campanha. O panorama agora é outro e o estratagema pode falhar.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos ´para comentário na quinta-feira 15 de julho de 2021

1, Bolsonaro é internado em São Paulo com obstrução intestinal – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão deste 15 de julho de 2021. Que consequências essa notícia pode trazer para o panorama político e econômico do País nesta pandemia

2, Após vacina mortes de hospitalizados caem 46% – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do jornal nesta quinta-feira. Como você recebe essa notícia promissora, ainda que os totais de contagiados e mortos por covid 19 ainda continuem preocupantes no Brasil

3, Nova proposta de Imposto de renda tira 27 bilhões de reais de governos – Este é o título de outra chamada no alto da primeira página do Estadão desta quinta-feira. Mesmo com essa conclusão desafiadora para a economia, você acredita na viabilidade de uma reforma tributária

4. Amazônia já tem áreas que emitem mais CO2 do que absorvem – Este é o título de uma chamada na primeira página do jornal de hoje.  Que tipo de consequências na imagem do Brasil no exterior pode trazer essa notícia terrível para a necessária preservação de nossa floresta tropical

5. Bolsas do ProUni podem diminuir um terço em um ano – Este é o título de outra chamada de primeira página do Estadão do dia. No panorama já preocupante da educação pública no País hoje quais serão os efeitos de uma notícia dessas

6, Projeto prevê que Câmara dê início a impeachment – Esta é a principal notícia da página A8, da edição política do jornal do dia. Que perspectiva para o cidadão comum, assolado pelas crises sanitária, econômica e institucional, pode trazer essa notícia de eventual mudança no comando da República

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.