Bolsonaro desautoriza Moro e Guedes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro desautoriza Moro e Guedes

Bolsonaro mandou Moro desconvidar Szabo da suplência de um conselho de política penal e queimou gordura do projeto de reforma da Previdência, da equipe de Guedes, chutando traseiro dos dois

José Nêumanne

01 de março de 2019 | 11h55

Em “café-almoço” com jornalistas convidados Bolsonaro lhes disse que seus filhos não mandam em seu governo. Foto: Marcos Correa/PR

Os vândalos do MST e do PCO depredaram o carro que transportava o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o ministro Sérgio Moro mandou a PF investigar. Isso aconteceu no dia em que este protagonizou mais um episódio pequeno no governo, que ganhou dimensão inesperada pela forma como foi tratado: o convite feito por Moro a Ilona Szabo para ser suplente de um conselho de política penal, foi desfeito por determinação de Bolsonaro, que, assim, rasgou a tal carta branca dada ao ministro da Justiça. No mesmo dia, o presidente também deu um pontapé no traseiro de seu “posto Ipiranga”, Paulo Guedes, sinalizando que não está disposto a lutar como se esperava pela reforma da Previdência, que é a pedra de toque de seu ministro da Fazenda. Se gostou deste vídeo, dê um like, inscreva-se no meu canal, clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos e compartilhe-o em Twitter e Facebook. Direto ao Assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui