As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro decretou caça ao Butantan

Presidente proibiu publicamente contatos de seus ministros com Doria e mandou órgãos de inteligência e de polícia subordinados a encontrarem formas de processar governador e Butantan

José Nêumanne

23 de janeiro de 2021 | 21h21

Bolsonaro ressuscita estado p0olicial para acuar inimigo que escolheu para disputa de 2022, Doria, e Butantan, que produz única vacina disponível no Brasil. Foto: Marcos Correa/PR

1 – O presidente proibiu ministros de manterem contato com Doria e determinou devassa de eventuais falhas de licitação feitas pelo Butantan, que produziu os 6 milhões de doses de vacina, pelos quais ele nada pagou, usados no fictício plano de imunização do general Pesadelo. 2 – O ineficiente Estado brasileiro é o único responsável pelos abomináveis casos de fura-fila registrados pelo País afora. 3 – Diplomatas norte-americanos dizem que não há uma só verdade na carta do capetão sem noção ao presidente Joe Biden. 4 – Procuradores federais contestam adesão de Aras ao autogolpe do caloteiro-mor do Brasil. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.