As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro de bem com a imprensa

Um dia depois de ter reagido friamente à censura à Crusoé pelo ministro Moraes e testemunhar o levante nacional contra a arbitrariedade do censor, presidente disse esperar que "pequenas diferenças fiquem para trás"

José Nêumanne

19 de abril de 2019 | 07h00

Presidente surpreende na comemoração do Dia do Exército por fazer acenos de amizade à imprensa, que antes estava na mira de sua oratória inflamada. Foto: Sebastião Moreira/EFE

Quem foi à solenidade de comemoração do Dia do Exército no comando militar do Sudeste, em São Paulo, surpreendeu-se com o tom cordial do presidente Jair Bolsonaro ao falar sobre a imprensa e no trato com os repórteres. A surpresa veio do fato de que no dia anterior ele tinha usado platitudes para comentar a censura decretada pelo SS-TF à revista Crusoé. Mas depois do levante da sociedade nacional contra a truculência do ministro Moraes, o chefe do governo afirmou que “a imprensa é essencial para a democracia”. Uau! Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde seta-feira 19 de abril de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play