Bolsonaro ataca antifascistas

Após ter apoiado manifestações de seus apoiadores pedindo fechamento do STF e do Congresso, presidente chamou manifestantes a favor da democracia e contra fascismo de "marginais" e "terroristas"

José Nêumanne

03 de junho de 2020 | 23h14

A devotos que frequentam chiqueirinho na frente do Alvorada a cada dia, Bolsonaro chama manifestantes pela democracia de terroristas e marginais. Foto: Joédson Alves/EFE

Depois de sobrevoar seus fascistoides reivindicando fechamento do STF e do Congresso de helicóptero e de posar a cavalo, Bolsonaro chamou os manifestantes pela democracia de “marginais” e “terroristas”. Na certa, não deve se ter esquecido de que saiu do Exército num acordo para evitar escândalo depois de condenado por indisciplina e… terrorismo. Não devia se mancar?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.