Boa perspectiva na economia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Boa perspectiva na economia

Vladimir, meu filho, e Zeca Cunha, meus gurus na economia, apostam que Estado fora das causas de PIB melhor terá bons efeitos em 2020, pois crescimento vem de poupança privada, não de verbas públicas

José Nêumanne

04 de dezembro de 2019 | 14h49

 

Linha de montagem de veículos automotores ilustra uma participação razoável, de 3,5%, do setor industrial na alta do PIB. Foto: Nacho doce/Reuters

PIB cresceu 0,6% no terceiro trimestre em comparação com o segundo, conforme anunciou o IBGE. O índice é pequeno, mas acima do esperado. A aceleração detectada, embora leve, já indica que a economia pode estar, enfim, reagindo, o que pode ser testado no movimento do Natal, que é esperado como o melhor dos últimos tempos, por indicação dada pelas vendas no Black Fryday de 29 de novembro. Meu filho Vladimir, empresário e formado em administração de empresas, e Zeca Cunha, industrial da área de vidros e gráfico, meus gurus da área econômica, vêem algo mais positivo e que não é medido por números: a oscilação foi causada por capital privado, e não por insumos do governo, que eram usados para mascarar o desempenho. O sucesso da equipe econômica deve-se ao consumo das famílias, que agora têm o que comemorar. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: