Bilhões para despesinhas de parlamentar

Deputados fingem que são representantes do povo, inclusive dos que não podem mais comprar comida, mas não abrem mão de um centavo do mesquinho reembolso de suas continhas domésticas

José Nêumanne

26 de abril de 2021 | 22h05

Centrão administra votações da Câmara dos Deputados tendo em vista em primeiro lugar os interesses mais mesquinhos de seus componentes e os menos republicanos do presidente. Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Entre 2001 e 2021, a Câmara dos Deputados gastou R$ 6,4 bilhões com a verba que cada parlamentar federal tem para reembolsar aluguel de carros, combustível, passagens aéreas, alimentação, contratação de serviços, entre outros.  em 20 anos, as despesas somadas equivalem ao orçamento executado (R$ 6,5 bilhões) em 2020 pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), durante a pandemia global do covid 19.  A tal cota parlamentar gerou um efeito cascata no País: no início dos anos 2000, as Assembleias Legislativas das 27 Unidades Federativas criaram normas para as verbas indenizatórias para financiar o exercício do cargo. As Câmaras dos 5.570 municípios brasileiros também a adotaram. Ninguém pensou em usar a verba para aumentar o pífio auxílio emergencial para os pobres que estão passando fome.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-260421-direto-ao-assunto

Assuntos para comentário da segunda-feira 26 de abril de 2021

1 – Haisem – Cota dos deputados soma 6 bilhões e 400 milhões de reais em  20 anos – Este é o título de uma chamada do alto da primeira página da edição impressa do Estadão nesta segunda-feira.  Você acha que o serviço prestado pelos ditos representantes do povo vale esse dispêndio da cidadania

2 – Carolina – Arthur do Val: Bolsonaro é corrupto e será preso – Este é o título da série Nêumanne Entrevista publicada no Portal do Estadão desde ontem. Em que fatos o deputado estadual do Patriota, que apoiou o presidente na eleição de 2018 baseia essa afirmação

3 – Haisem – Covid 19 já matou mais em 2021 do que em todo o ano passado – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal de hoje – Como foi possível superarmos o número de dez meses no primeiro ano de pandemia em três meses e 26 dias, bem menos da metade deste ano

4 – Carolina – Sigilo mostra pagamentos a ex-assessores de Bolsonaro – Este é o título da principal notícia da página A5 da editoria Política no Estadão hoje – Será este tipo de revelação que preocupa tanto o presidente da República e sua família na investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre extorsão de servidores nos gabinetes dele próprio e de seu primogênito Flávio

5 – Haisem – Filha de Queiroz transferia 65% de seus vencimentos para o pai – Este é o título de outra notícia publicada na mesma página A5 do jornal desta segunda-feira. Que tipo de explicação no mínimo aceitável poderia, por acaso, ser dada para um fato absurdo como este

6 – Carolina – Albertovski: a luta do vírus contra o sapiens – Este é o título do programa desta semana da série Dois Dedos de Prosa que você publicou no Blog do Nêumanne Portal do Estadão. A que tipo de guerra o protagonista se refere

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.