As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Besteirol de Bolsonaro em dia de luto

Numa quinta-feira com recorde de óbitos e casos de covid-19, presidente desfiou seu rosário de besteiras sem nexo como mais mortes por pavor do que pela pandemia e deixa o cara tentar com cloroquina

José Nêumanne

22 de maio de 2020 | 23h15

 

Mostrando que reunião pacífica com governadores foi uma farsa, Bolsonaro fez live no fim da tarde afirmando que morre mais gente no Brasil por pavor do que por covid-19. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Com 1.188 novas mortes causadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, 20.047 ao todo, o Brasil bateu recordeDe ontem para hoje, foram registrados 18.508 novos casos de infecção pelo novo coronavírus e agora são 310.087 pessoas contaminadas, Mas Bolsonaro contribuiu para sua antologia de besteiras genocidas, tais como: “morre mais gente por pavor do que pela doença”; “se não puder (trabalhar), é porque a máscara não funciona”; “como todo remédio, cloroquina tem efeito colateral”, “até água em excesso mata”; e “diante da ausência de um medicamento que comprovadamente ajude contra a covid-19, é o caso de deixar o cara tentar com a cloroquina”. Faz falta alguém que, como o rei Juan Carlos, da Espanha, fez com Chávez no Chile: “por que no te callas” Até quando continuarão impondo ao Brasil que tolere o intolerável?

Para ver comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da sexta-feira 22 de maio de 2020:

1 – Haisem – Pandemia no Brasil: 20.047 mortes em 66 dias; 1.188, em 24 horas; 310.087 infectados – Esta é a manchete da primeira página do Estadão de hoje. Que perspectivas você enxerga nestas estatísticas que não param de crescer

2 – Carolina – Oposição se mobiliza por impeachment – diz este título de uma chamada de primeira página no Estadão. O PT fez o 35.º pedido ontem. Algum deles tem chance de prosperar por decisão unilateral do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

3 – Haisem – STF indica limite à MP que isenta maus gestores. A seu ver, esta decisão, noticiada em chamada de primeira página do Estadão de hoje, basta para impedir a tentativa de auto-anistia tentada pela cúpula assustada do Poder Executivo

4 – Carolina – Paulo Marinho diz que está ‘perplexo’ com suposta devassa em suas contas – Diz o título de notícia publicada na capa do Portal do Estadão. O que, na sua opinião, esta denúncia revela sobre os métodos da família Bolsonaro no poder na República

5 – Haisem – Segundo contas publicadas em destaque no site do Globo de hoje, Bolsonaro negocia com centrão comando de órgãos com orçamento de 86 bilhões de reais. Esta iniciativa, na sua opinião, bastará para impedir que a Câmara dos Deputados autorize impeachment ou processo penal contra o presidente da República no Senado ou no Supremo

6 – Celso de Mello decide até as 17 horas desta sexta sobre sigilo de reunião ministerial citada por Moro – é o título de notícia dada na capa do Portal do Estadão de hoje. Qual é sua expectativa a respeito disto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.