Batoré e Botafogo contra o povo: o horror!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Batoré e Botafogo contra o povo: o horror!

Maia e Alcollumbre substituem votações plenárias por simbólicas em cartéis de partidos que fazem de democracia representativa cleptocracia partidária

José Nêumanne

19 de setembro de 2019 | 13h19

Maia acerta tudo com líderes à noite em casa e, depois, impõe édito imperial em nome de uma tal de “democracia representativa” inexistente. Dida Sampaio/Estadão

A aprovação sem debate em comissões nem audiências públicas de uma lei que facilita o crime eleitoral, dificulta a fiscalização, impede a punição e estabelece de vez a ditadura dos chefões das organizações criminosas partidárias no Brasil a toque de caixa na Câmara e no Senado  revela a piada de humor negro que é a tal da democracia representativa no Brasil. Herdeiros de Eduardo Caranguejo Cunha, Davi Batoré Alcolumbre e Rodrigo Botafogo Maia desafiaram o preceito constitucional do governo do povo, pelo povo e para o povo e transformaram a representação do cidadão numa piada de péssimo gosto. A canalha que aprovou essa legislação espúria instalou a cleptocracia partidária de vez entre nós. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.