Bateu, levou…

Bateu, levou…

Campeão fanfarrão cospe nos anfitriões contando lorota para enganar namorada

José Nêumanne

19 de agosto de 2016 | 10h12

lochte

Lochte nada bem e mente mal

Foi, no mínimo, um palpite infeliz a mentira contada por Ryan Lochte, campeão olímpico da equipe americana de natação numa prova de revezamento, aparentemente para arranjar uma desculpa para ocultar da namorada, coelhinha da Playboy, uma escapulida na naite carioca em gozo de merecida folga de fim de semana, ao criar um estúpido incidente internacional, no qual envolveu três companheiros de noitada, para tirar proveito da má reputação do Rio e do Brasil na modalidade insegurança. Vacilão e covarde, deixou os companheiros às feras fugiu para casa, onde está sendo acolhido por uma enxurrada de comentários depreciativos. Bem feito!

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – da quinta-feira 19 de agosto de 2016, às 18 horas)

 

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.