Bando de loucos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bando de loucos

Ao decidir enfrentar a Justiça Lula fica fora da lei e arrasta com ele companheiros e adesistas de última hora

José Nêumanne

25 Janeiro 2018 | 17h56

Lula perde o controle e, de carona com a emoção, a razão vai embora. Foto: Rafael Arbex/Estadão

A decisão de Lula de anunciar publicamente numa reunião da cúpula do PT que não respeitará a decisão da Justiça, que aceitou as provas apresentadas pela PF e pelo MPF, já acatadas antes na sentença de Moro, não é simplesmente uma bravata de sindicalista e de líder estudantil dos tempos da luta contra a ditadura. Trata-se de uma conclamação à rebelião contra a democracia, da qual o Judiciário é um dos três pilares autômos, como pregava o velho Montesquieu. Merece, portanto, reação dura da hierarquia judiciária e dos verdadeiros democratas que não podem engolir essa mosca varejeira. Agora quem estiver com eles estará também contra a democracia. Este foi um dos meus comentários no Estadão às 5 transmitido do estúdio da TV Estadão no meio da redação, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido por Youtube, Periscope Estadão, Twitter e Facebook na quinta-feira 25 de janeiro de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui