Bafômetro urgente no STF
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bafômetro urgente no STF

Marco Aurélio só tentou cartada decisiva de soltar Lula e mais 169 mil passando por cima de dez colegas do STF, incluindo presidente Toffoli, porque nada ocorreu com desembargador Favreto, que tentara antes

José Nêumanne

20 Dezembro 2018 | 13h48

Marco Aurélio perdeu o senso do perigo ou ficou desesperado por saber que perderá na plenária do STF em abril. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Uma perda repentina do senso de perigo, a pressa para mostrar serviço na própria cruzada para soltar, não Lula, mas os clientes dos advogados milionários que circulam na órbita do ex-marido da filha ou o desespero por ter informação que ninguém tem que, ao contrário do que espera, Rosa Weber continuará dando maioria para reafirmar jurisprudência da prisão após segunda instância são hipóteses para a tresloucada liminar do ministro do STF Marco Aurélio Mello. Pois qualquer pessoa na posse de suas faculdades mentais seria capaz de imaginar que ela seria derrubada incontinenti pelo presidente do Dias Toffoli, para evitar o caos completo com alvará de liberdade para 169 mil presos, entre eles Lula.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – quinta-feira 20 de dezembro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário de quinta-feira 20 de dezembro de 2018

 

1 – Haisem – Você tem alguma ideia sobre o que levou Marco Aurélio Mello a mandar soltar 169 mil presos de uma vez, entre os quais Lula, a 4 meses da reunião convocada por Toffoli para decidir sobre a jurisprudência da prisão em segunda instância?

 

2 – Carolina – Por que o presidente do STF, que também defende a mudança da jurisprudência, acolheu o pedido da suspensão da liminar, feita por Raquel Dodge, alegando “risco de lesão à ordem pública”?

 

3 – Haisem – Por que Marco Aurélio continua surpreendendo seus pares com decisões como essa de ontem e ninguém toma uma providência?

 

4 – Carolina – Por que Rodrigo Maia teve tanta pressa em sancionar a lei que pune bons gestores flexibilizando a responsabilidade fiscal, em vez de esperar Temer voltar do exterior?

 

5 – Haisem – O que inspira Ricardo Lewandowski a criar tantos rombos na gestão das contas públicas federais como esta decisão obrigando o governo a dar aumento aos funcionários em 2019?

 

6 – Carolina – Por que Toffoli deu de mão beijada a Gilmar o cargo de relator da Furna da Onça, ligada a Cadeia Velha, se ela cabia a Cármen Lúcia, que, aliás, ao que parece, não chiou?

 

7 – O que levou a Procuradora-geral da República formaliza, perante o Supremo Tribunal Federal, acusação contra Temer, o coronel Lima, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, o ‘homem da mala’, os empresários Ricardo Mesquita e Antonio Celso Grecco e o arquiteto Carlos Alberto Costa a 11 dias do fim do governo?

SONORA TEMER 2012

 

8 – Carolina – O que mais chamará a atenção de seu leitor na última da série de entrevistas de seu blog antes das férias deste fim de ano.