Autoritários falam em democracia

Autoritários falam em democracia

Petistas tentam forçar barra em relação à negativa de Bolsonaro de participar do debate da Globo, mas TSE nega pedido de transformá-lo numa entrevista de Haddad/Lula com cadeira vazia de adversário.

José Nêumanne

25 de outubro de 2018 | 10h27

Bolsonaro, favorito nas pesquisas, denuncia mentiras grossas do PT, que nada têm a ver com esse papinho furado de fake news, não! Foto: Wilton Jr./Estadão

No desespero de uma humilhante derrota anunciada domingo que vem, Lula/Haddad do PT apela para qualquer vileza para tentar, não reverter o quadro, que parece impossível, mas reduzir o prejuízo. Para tanto inventou a lorota de que o favorito, Jair Bolsonaro, do PSL, foge do debate por covardia e que a Globo faz o jogo dele ao não fazer do debate marcado para sexta-feira uma entrevista com ele e uma cadeira vazia reservada ao adversário. A Globo não topou, o PT apelou pro TSE e este reafirmou velhos princípios democráticos do livre arbítrio, que, no popular, pode ser definido como vai quem quer e assume o prejuízo. Essa gente não aprende com os próprios erros.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107.3 – na quinta-feira 25 de outubro de 2015, às 7h30m).

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para o comentário da quinta-feira 25 de outubro de 2018

1 – Haisem – Você acha justa a decisão do Tribunal Superior Eleitoral de não aceitar pedido dos advogados da chapa de Fernando Haddad, do PT, para obrigar a Rede Globo de Televisão a confirmar o debate entre os presidenciáveis marcado para amanhã e suspenso pela recusa do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, a participar do programa?

2 – Carolina – Qual será a participação do próximo presidente da República, seja ele quem for, Jair Bolsonaro, do PSL, ou Fernando Haddad, do PT, na composição dos plenários dos tribunais superiores, conforme levantamento publicado pelo jornal O Globo?

3 – Haisem – O presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL, tem razão em se queixar de uma bateria de ataques falsos do PT de Fernando Haddad, os quais, segundo ele, são os principais responsáveis pela queda de quatro pontos, de 18 para 14 no segundo levantamento do Ibope Estadão Globo?

4 – Carolina – Terá alguma chance de sucesso o pedido feito pelos advogados do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, para suspender ações movidas pelo PT de Fernando Haddad baseadas em denúncia publicada na Folha de S.Paulo do financiamento por caixa 2 de empresas de um disparo de Whatsapps contra os petistas?

5 – Haisem – Terá sido sincera a reação positiva demonstrada pelo candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, à critica que o rapper Mano Brown dos MC Racionais fez, a exemplo do que foi feito antes por Ciro Gomes em Fortaleza, ao partido na campanha?

SONORA_MANO

6 – Carolina – O que você teria a destacar na carta do presidente Lula divulgada ontem a partir de sua cela dita “de Estado maior” em Curitiba fazendo comentários a respeito da campanha do PT nesta eleição?

7 – Haisem – Você se surpreendeu com a decisão do ministro Pedro Gebran Neto, relator do processo contra o ex-ministro de Lula e Dilma, do PT, Antônio Palocci, na oitava turma do Tribunal Regional Federal da quarta região em Porto Alegre, para o regime de progressão para prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica?

8 – Carolina – Que novidades traz a entrevista desta semana no Blog do Nêumanne com a deputada federal mais votada da História do Brasil, a jornalista Joice Hasselmann, que teve mais de 1 milhão de votos pelo PSL de São Paulo?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.