As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

As pífias reações a autogolpe

Presidente prestigia comícios exigindo "intervenção militar com Bolsonaro já" e encena travessia da Praça dos 3 Poderes para constranger presidente do STF, mas todos fazem vista grossa

José Nêumanne

08 de maio de 2020 | 21h38

Às turras com parte do STF, Bolsonaro constrange o presidente Dias Toffoli com quem mantém relações cordiais levando empresários para pressioná-lo a fazer o que não está ao alcance dele. Foto: Marcos Correa/PR

Dois comícios golpistas, indiferença sobre agressões a manifestantes contra e jornalistas trabalhando e invasão imprópria do gabinete do presidente do STF são evidências de que o presidente Jair Bolsonaro pretende dar um autogolpe. Instituições ameaçadas de intervenção nelas por bolsonaristas, contudo, não têm enfrentado reações capazes de detê-las do Congresso ou do Judiciário.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.