Armado pra guerra
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Armado pra guerra

Documentos dados como provas da JBS na capa da Época na semana do julgamento de Temer na Câmara

José Nêumanne

31 de julho de 2017 | 16h22

Temer sobrevoa áreas conflagradas do Rio, de olho na luta parlamentar Foto: Alan Santos/PR

O primeiro tema de meu Direto ao Assunto que abriu o Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – de segunda-feira 31 de julho de 2017 foi a reportagem de capa exclusiva da revista Época em que ela apresenta o que chama de provas da JBS do pagamento de propinas a políticos de todos os matizes ideológicos – tais como Lula e Dilma Rousseff, do PT, Temer, do PMDB, e José Serra, do PSDB. Abordei ainda o marketing de Temer como arma de luta para vencer a guerra contra Janot na Câmara, a mistura de prostituição com corrupção na Lava Jato, tropas federais para combaterem o crime no Rio e a malquista Constituinte do tirano Maduro. Eliane Cantanhêde falou da abertura desta semana decisiva para Temer, com a oposição dividida entre dar quorum ou não pra votação da denúncia e do novo estrago da JBS, com as provas na Epoca às vésperas da votação na Câmara. Alexandre Garcia deu uma palavrinha sobre Forças Armadas, revelou o otimismo de Rodrigo Maia quanto ao quórum da votação da autorização para o Supremo receber a denúncia de Janot e analisou essa denúncia e seus efeitos sobre a popularidade do presidente. Sonia Racy contou o caso do Conselho Nacional de Justiça, que pode pautar caso de um juiz afastado há 25 anos de suas atividades jurídicas. E Marília Ruiz descreveu o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, fingindo que nada acontece com ele e só comparecendo em solenidades de assinaturas protocolares.

Para ouvir clique aqui