Aras com Bolsonaro contra STF
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aras com Bolsonaro contra STF

Procurador-geral alegou que não há evidências de que isolamento social, pregado por OMS e MS e combatido pelo presidente, reduza velocidade do contágio do coronavírus, ao contrário do mundo inteiro

José Nêumanne

13 de abril de 2020 | 22h00

No dia em que OMS reiterou importância do isolamento social contra covid-19, Aras negou essa evidência em parecer contra liminar do STF proibindo Bolsonaro de combatê-lo. Foto: Dida Sampaio/Estadão

 

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deu parecer contra liminar de Alexandre de Moraes, do STF, que proibiu o presidente da República, Jair Bolsonaro, de paralisar isolamento social determinado por governadores e prefeitos. A alegação foi a de que não é líquido e certo que isolamento social é melhor meio de reduzir a velocidade do contágio do coronavírus, usado no mundo todo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.