Antifascistas são terroristas, diz Bolsonaro

Preocupado com o crescimento da onda de manifestações na rua contra o fascismo e seu governo e a favor da democracia, presidente chama seus participantes de "marginais" e "terroristas"

José Nêumanne

04 de junho de 2020 | 23h19

Em live Bolsonaro diz que manifestantes pela democracia são “marginais” e “terroristas”, dando a senha para que seus apoiadores possam agredi-los na rua. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro chamou manifestantes contrários ao seu governo de “marginais” e “terroristas”. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, viu-se forçado a anunciar que o Congresso não vai permitir que o presidente divida, como pretende, o Ministério da Justiça para recriar o de Segurança Pública que reprimirá manifestações de rua contra o governo e utilizar as PMs estaduais como milícias contra adversários políticos. Em texto no Facebook, o antropólogo Luiz Eduardo Soares apelou para que os movimentos sociais antifascisatas não vão às ruas neste momento, diante do risco de que infiltrados promovam quebra-quebra, com objetivo de causar uma situação de caos social que crie o ambiente para Bolsonaro propor uma ruptura institucional. Nesse barco a tempestade é o capitão, segundo o poeta profeta.

Para ouvir o comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 4 de junho de 2020:

1 – Haisem – Com receio de atos, Bolsonaro diz que manifestante é terrorista – esta é a manchete de primeira página da edição do Estadão hoje. A quem serve mais esta declaração pra lá de polêmica do presidente da República na tripla crise que atravessamos

2 – Carolina – Qual a posição que o Estadão tomou a respeito das manifestações plurais de rua durante a pandemia da covid 19 no editorial A rua não tem dono

3 – Haisem – Presidente do BNB cai um dia depois da posse no cargo – Este é o título de uma chamada de primeira página do Estadão de hoje. O que esta notícia surpreendente sinaliza sobre as relações entre o governo Bolsonaro e o Centrão no Congresso, novo sócio do governo

4 – Carolina – Como funciona a Abin paralela – Esta é uma reportagem especial do Estadão com chamada no alto da primeira página do Estadão. `Por que, em sua opinião, o presidente da República, Jair Bolsonaro, goza deste privilégio de ter um serviço pessoal de informação, que, ao que se saiba, é inteiramente inusitado na História do Brasil

5 – Haisem – Barroso marca julgamento de ações que miram chapa Bolsonaro e Mourão – Eis o título de uma notícia na capa do Portal do Estadão hoje cedo. O que você tem a dizer sobre este feito inédito do presidente da República em três frentes da Justiça ao mesmo tempo: impeachment no Senado, Código Penal no STF e Justiça eleitoral no TSE

6 – Carolina – Por que, a seu ver, filhos de classe média alta estão recebendo sem problemas o auxílio emergencial do governo federal durante a pandemia, enquanto muitos pobres de verdade continuam sem os 600 reais por mês que lhes foram prometidos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.