Aécio, FHC, PSDB, que vexame!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aécio, FHC, PSDB, que vexame!

Tendo perdido por pequena margem para Dilma, Aécio tornou-se esperança de por fim à roubalheira do PT, mas preferiu associar-se a ela para fingir oposição e virou vergonha como FHC e PSDB

José Nêumanne

12 de julho de 2019 | 07h29

 

De esperança para por fim à roubalheira do PT, os tucanos cometeram vexame de participar dela para fingir que faziam oposição e foram desmascarados pela Lava Jato e pelo eleitorado. Foto: Dida Sampaio

Aécio Neves foi escolhido por 50 milhões de brasileiros para interromper a bandalheira petista no desgoverno federal e derrotado por pequena margem de votos pelo poste de Lula, Dilma Rousseff. Frustrou, contudo, as esperanças de metade do eleitorado da Nação ao fugir covardemente da missão de liderar uma oposição de verdade e, depois, foi pilhado pegando propina no mesmo esquema petista e tornou-se uma vergonha nacional. Ao criticar Bruno Covas por exigir a expulsão dele do PSDB, Fernando Henrique torna-se ele próprio outra encarnação de um partido que teve míseros 4% dos votos da eleição presidencial. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 12 de julho de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Tendências: