Acuados pela matilha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Acuados pela matilha

Com governo Temer acuado ante amotinados e oposição, Legislativo e Judiciário acendendo velas para demagogia em ano eleitoral, no país do quem pode grita mais e chora menos, estamos no mato acuados pela matilha

José Nêumanne

30 Maio 2018 | 20h12

Governo deixou ao deus-dará cidadãos sem gasolina e com alimentos custando os olhos da cará. Foto: Jony Ueda/FuturaPress

Caminhoneiros autônomos, transportadoras de cargas e empresas que possuem frotas movidas a diesel sequestraram o Brasil, recorrendo apenas a bloqueios rodoviários para impedir a distribuição de combustíveis e alimentos . E o débil e inerme desgoverno lhes doará R$ 13,5 bilhões em sete meses, sacados dos impotentes cidadãos. Mas esse não é o preço mais alto a ser cobrado da Nação pelas carretas paralisadas: há um golpe em pleno curso por ditaduras acalentadas por bandos irresponsáveis da direita bárbara e da esquerda cínica. A primeira exige intervenção militar e a segunda, Lula livre e presidente de novo. Quem vai ganhar? Melhor não apostar. O prezado leitor certamente perderá, no mínimo, o valor da aposta.

Este é o primeiro parágrafo de meu artigo No país do quem pode grita mais e chora menos, publicado na Página 2 do Estado de S. Paulo da quarta-feira 30 de maio de 2018.

Para ler na íntegra clique aqui