Acidentes, uma ova!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Acidentes, uma ova!

Desastres com carros alegóricos no sambódromo do Rio não são acidentais, mas causados por desleixo

José Nêumanne

28 de fevereiro de 2017 | 17h36

Sambista da Paraíso do Tuiuti chora diante do desastre de seu carro alegórico Foto Carlos Júnior/AP

Sambista da Paraíso do Tuiuti chora após desastre com seu carro alegórico Foto Carlos Júnior/AP

Depois do desastre com o carro da Tuiuti neste sábado, à noite, o desfile da Unidos da Tijuca foi dramático na Marquês de Sapucaí, no Rio. A parte de cima do carro alegórico que representava a cidade americana de Nova Orleans afundou no desfile e 12 pessoas ficaram feridas, duas gravemente. O carro ficou parado na pista e as alas tiveram de passar ao lado, o que prejudicou muito a evolução da escola e denuncia a insensibilidade geral que nem ligou para os feridos, tudo em nome da continuação do show. Chamar tais desastres no desfile do sambódromo carioca de acidentes serve apenas para ludibriar a sociedade e evitar a punição dos verdadeiros responsáveis pelo desleixo que os provocou. Absurdo!

(Comentário no Estadão no Ar 2 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 28 de fevereiro de 2017, às 7h50m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site Estação Nêumanne no ícone do play

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.