A volta da dupla Flávio & Wassef

Noronha e mais três membros da 5.ª Turma do STj tornaram relatório de Fischer único voto vencido no julgamento do recurso do primogênito do presidente contra denúncia de quatro crimes pelo MP/RJ

José Nêumanne

24 de fevereiro de 2021 | 22h17

Fischer, relator, foi o único d ministro da 5.ª Turma do STJ a aceitar as provas do MP/RJ sobre extorsão, corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro de Flávio Bolsonaro. Foto: André Dusek/Estadão

Por 4 a 1, a 5.ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) acolheu pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro e anulou a quebra do sigilo bancário e fiscal do parlamentar nas investigações da extorsão de funcionários fantasmas na Alerj, iniciadas em 2018. No maior revés sofrido pelo Ministério Público do Rio até aqui, o STJ determinou que os investigadores retirem da apuração informações obtidas a partir da quebra do sigilo de Flávio e outros 94 pessoas e empresas. O Estadão reproduz a denúncia e Flávio não foi inocentado. A presença de Frederick Wassef ao lado do senador é um acinte abominável. Os idiotas não perceberam. Do primeiro peculato ninguém se esquece e a impunidade do primogênito é a maior obra do governo do papai limpa barra suja de filho delinqüente. Mas um dia o mandato e a impunidade acabam.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário da quarta-feira 24 de fevereiro de 2021

1 – Haisem – STJ invalida quebra de sigilo e esvazia denúncia contra Flávio – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Que conseqüências essa decisão do Superior Tribunal de Justiça por 4 a 1 fortalece no Brasil a sensação de impunidade dos políticos no poder

2 – Carolina – Governo leva ao Congresso MP de venda da Eletrobrás – Este é o título de chamada no alto da primeira página do jornal hoje. Até que ponto essa decisão representa um passo do presidente Jair Bolsonaro para restaurar a crença do mercado nos ideais liberais do governo federal e na força readquirida por seu ministro da Economia, Paulo Guedes

3 – Haisem – Anvisa concede aval à vacina da Pfizer, ainda em negociação – Esse é o título de mais uma chamada no alto da primeira página do Estadão hoje. Até que ponto essa notícia alvissareira ressuscita a confiança do povo brasileiro na imunização contra a covid, iniciada há mais de um mês em São Paulo

4 – Carolina – Estado planeja lockdown noturno – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal de hoje. Será que a providência anunciada bastará para reverter os números cada vez mais preocupantes do contágio do novo coronavírus em São Paulo

5 –  Haisem – Alunos saem da escola sem saber matemática – Este é o título de outra chamada de primeira página do Estadão de hoje. O que essa informação tem a ver com o atraso crônico de nosso país em matéria de instrução pública e da educação em geral

6 – Carolina – Zoo é concedido por 30 anos e a 111 mil – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal de hoje. O que você tem a nos dizer sobre essa notícia

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.