A única opção válida

A única opção válida

Cidadão tem direito, mas não motivos sensatos, para vaiar Temer

José Nêumanne

08 de agosto de 2016 | 19h00

Temer vaiado no Maracanã

Temer vaiado no Maracanã

Esquisita, a vaia do Maracanã dirigida a Michel Temer. Ele é neste momento tudo o que “temos para o jantar”. Dele depende a retirada da crise econômica, ética e política, da quebradeira e do desemprego do fundo da lama fétida e sórdida do pré-sal do poder republicano no Brasil. A seu governo provisório para durar até a eleição presidencial de 2018 não há alternativa válida que não comprometa as instituições de nossa democracia, embora sua tarefa seja um trabalho difícil, árduo e competente da boa equipe econômica que ele nomeou, desde que o Congresso não atrapalhe nunca. A vaia é um direito inalienável, mas neste momento não é sensata.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na segunda-feira 8 de agosto de 2016, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play abaixo do anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.