A quem advogado-geral da União se subordina?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A quem advogado-geral da União se subordina?

Se, de fato, Bolsonaro está contrariado com decisões reiteradas de André Mendonça, apoiando inquérito fake e censura suja de Toffoli e Moraes, terá de demiti-lo, porque quem deve mandar na AGU é o presidente

José Nêumanne

23 de abril de 2019 | 07h01

André Mendonça, advogado-geral da União, é voz solitária a favor da lambança de Toffoli e Moraes. Foto: Daniel Estevão/Ascom/AGU

A sociedade brasileira manifestou-se de forma unânime e indignada contra as tentativas feitas por Dias Toffoli, com a cumplicidade de Alexandre de Moraes, ambos do SS-TF, para calar seus críticos e censurar as publicações que publicaram notícias desairosas a seu respeito. Somente uma instância judicial apoiou as medidas rejeitadas: a Advocacia-Geral da União. Seu chefe, Bolsonaro, mandou dizer que ficou irritado, mas André Mendonça acaba de recusar apoio à ação de procuradores contra a lambança dos ministrões. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 23 de abril de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Tendências: