As sete pragas de Dilma

As sete pragas de Dilma

Ex-presidente é acusada de ter cometido crime gravíssimo ao criar e-mail falso e vazar mandados de prisão

José Nêumanne

17 de maio de 2017 | 16h45

Dilma no exterior, tentando de lá nos impingir sua oitava praga Foto: Hilary Swift/The New York Times)

É injusto definir Iolanda/Janete como vigarista cínica, cruel e chinfrim? E dizer o que de Lula, que no-la impingiu?

Este é o parágrafo que encerra meu artigo Iolanda, uma vigarista cínica, cruel e chinfrim,  publicada na Pag. 2A (Opinião)do Estado de quarta-feira 17 de maio de 2017, sobre as aventuras de Dilma Rousseff e desventuras do Brasil.

Para ler a íntegra do texto clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.