A fraude anunciada
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A fraude anunciada

Era impossível não haver fraude no sistema furado de patrocínio privado da Cultura no Brasil

José Nêumanne

29 de junho de 2016 | 08h43

O furto em malas

O furto em malas

Inspirada na Lei Sarney e assinada em 1991 por Collor, a Lei Rouanet é a crônica da fraude anunciada, não apenas pela longa duração da roubalheira em nome da cultura (15 anos), mas principalmente pelo oportunismo de todos os envolvidos na operação dessa renúncia fiscal indefensável: burocratas prepotentes e ambiciosos, picaretas da intermediação entre produção cultural e seu financiamento e artistas e produtores cúmplices que se locupletam. As festas de casamento e de confraternização de empresas pagas pelo contribuinte revelam somente a ostentação cretina de pais e filhos de nossa Pátria inculta e feia.

(Comentário no Direto da Redação da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 28 de junho de 2016, às 18 horas)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site da emissora, no play sob o anúncio em azul

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.