A “filhocracia” Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A “filhocracia” Bolsonaro

Flávio não assinou requisição de CPI do Lava Toga no Senado e Carlos obteve do pai apoio ao tuíte em que chamou secretário-geral da Presidência de "mentiroso": irmãos Bolsonaro criam impasses, não indicam saídas

José Nêumanne

14 de fevereiro de 2019 | 11h40

Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro têm protagonizado mais crises no governo do pai do que a desmoralizada “resistência” de esquerda. Foto: Flickr/Bolsonaro

Derrotada nas urnas e humilhada pela prisão de seu maior líder, Lula, a esquerda brasileira padece da falta de apoio popular para abalar o governo Bolsonaro, caudatário de quase 58 milhões de votos dos eleitores brasileiros. No entanto, os três filhos políticos do presidente – Flávio, Eduardo e principalmente Carlos – já produziram em 45 dias de governo mais crises do que qualquer outro adversário ou inimigo. Sempre ao lado do pai, que não tem um minuto de solidão, meditação ou tempo para ouvir quem quer que não pertença a sua prole, o amado “pitbull” levou chefe do governo a desautorizar secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebiano, em fala do trono pela conivente Record, para protegê-lo.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão,

 

Assuntos para comentário de quinta 14 de fevereiro de 2019

 

1 – Haisem – Após 17 dias no Hospital Albert Einstein, presidente Jair Bolsonaro recebe alta e volta a Brasília, onde terá muito a fazer.

2 – Carolina  – Manchete do Estadão de hoje: “Desmentido por Bolsonaro, Bebiano diz que não sai”. O que há por trás da crise com o secretário da presidência

SONORA_BOLSONARO 1402 B

3 – Haisem – Decisão de transferir Marcola e outros líderes do PCC de presídios de São Paulo para outros Estados implica reforço de segurança nas cidade que os receberão.

SONORA_DORIA 1402

4–Carolina – Vale a pena revogar PEC da bengala para tornar perfil do STF mais conservador, como pretende a deputada Bia Kicis (PSL-DF)?

5 – Haisem – Anac decide suspender proprietária do helicóptero em que Boechat viajava. Brasil vira a república do agora é tarde, Inês é morta?

6 – Carolina – Vice Hamilton Mourão diz que reforma da Previdência deverá atingir todos

7– Haisem – Que tal a ideia do secretário de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia de “reprivatizar” a Vale.

8 – Carolina – Qual será a perda da cultura brasileira com a morte da atriz Bibi Ferreira?

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: